Somos felizes onde estamos bem!

Quantas vezes o desafio da vida moderna é renegar as solicitações que chegam de todo o lado e finalmente nos entregarmos a um momento de tranquilidade?

Muitas vezes sentimos que só estamos a perder tempo mas a verdade é que parar para sentir faz parte da regeneração da nossa mente e do corpo. Os locais de agregação comunitária são muitas vezes desconfortáveis e não propiciam o bem-estar mas os projectos da Nautilus têm tentado mudar este paradigma.

A Nautilus decidiu aceitar um desafio para providenciar o conforto a 8600 pessoas de uma só vez ao fabricar os assentos da Basílica da Santíssima Trindade em Fátima. Para este projecto tinha sido necessário repensar o uso do espaço e criar um programa de software específico para criar assentos que acompanham a forma semicircular, respeitando o espaçamento no chão de forma a não bloquear as saídas de ar condicionado, criar assentos não rebatíveis para que o ruído não desconcentre quem está em oração, ter genuflexórios acessíveis, confortáveis e rebatíveis por segurança e harmonia visual.

A complexidade no trabalho para a simplicidade da vivência num espaço ecuménico que une cidadãos de todo o mundo e de muitas crenças diferentes. Os bancos em madeira com os estofos individuais permitem o conforto exigido para este local tão especial, as cores são discretas para que a nossa concentração se foque no essencial e desligue do acessório.

Estamos a aproximar-nos do 13 de Maio, data em que se celebra o início de uma história que mudaria Portugal e que marcaria também mais tarde a Nautilus.

As aparições da Virgem Maria a 13 de Maio de 1917 num local ermo e de população pobre pode surpreender quem não conhece a História de Portugal. Somos um país culturalmente religioso de cariz católico e em momentos de aflição sempre pedimos a proteção da “Rainha dos Céus”. A construção do Santuário de Fátima caracteriza um dos pontos de maior mobilização de pessoas com variadas motivações. Sendo a crença e a fé, maior ou menor nos dias que correm, há no entanto um ponto indiscutível. Somos felizes onde estamos bem.

Agora é só encontrar uma razão para ir descobrir este nosso local especial que é simultaneamente um dos marcos mundiais de arquitectura e engenharia.